LIMITES DE ERRO DOS PRINCIPAIS TERMOPARES

Os termopares são normalmente fornecidos na forma de pares de fios “casados”.
Nessas condições, estes devem obedecer a certas normas pré-estabelecidas, por associações de Normas Técnicas.
Entende-se por erro de um termopar, o máximo desvio que este pode apresentar em relação a um padrão, que é adotado como “Padrão Absoluto”)
O erro do termopar pode ser expresso em graus de temperatura ou em porcentagem da temperatura medida.
A Tabela segue, fornece os limites de erro dos termopares usuais, conforme recomendação da ANSI MC96.1-1975, segundo ITS-90.

TIPOFAIXALIMITES DE ERRO PADRÃOLIMITES DE ERRO ESPECIAL
T100 a 370°C± 1,0°C ou ± 0,75 %± 0,5°C ou ± 0,40 %
J0 a 800°C± 2,2°C ou ± 0,75 %± 1,1°C ou ± 0,40 %
E0 a 810°C± 1,7°C ou ± 0,50 %± 1,0°C ou ± 0,40 %
K0 a 1260°C± 2,2°C ou ± 0,75 %± 1,1°C ou ± 0,40 %
S e R0 a 1480°C± 1,5°C ou ± 0,25 %± 0,6°C ou ± 0,10 %
B500 a 1700°C± 0,50 %
T-60 a 100°C± 1,0°C ou ± 1,50 %
E-200 a 0°C± 1,7°C ou ± 1,00 %
K-200 a 0°C± 2,2°C ou ± 2,00 %


Limites de erro dos Termopares.

NOTAS:

1) Quando o limite de erro é expresso em porcentagem este se aplica à temperatura que está sendo medida.

2) Estes limites não incluem erros de instalações ou sistemas.

3) Junta de referência a 0°C.

Comments are closed.