TERMOPARES
TERMOPARES
TEMPERATURA
OUTROS ASSUNTOS
SERVIÇOS
INFORMAMOS

Os procedimentos que antecedem um ensaio de calibração dependem do tipo e do formato do sensor a ser calibrado, da faixa de temperatura, da incerteza desejada e do método de calibração a ser utilizado. Esses fatores são determinantes para a escolha dos seguintes itens básicos:

- padrão de referência a ser utilizado;
- número e do tipo de acessórios requeridos;
- forma de montagem;
- nível de estabilização térmica exigido;
- outros fatores correlatos.

De qualquer modo são normalmente desenvolvidas as seguintes etapas básicas:

1) Os sensores a serem calibrados devem ser identificados, arranjados e inseridos nos furos do bloco equalizador.
A profundidade de imersão deve ser suficiente para garantir o equilíbrio térmico entre Padrão de Referência e os demais sensores em calibração. Deve-se adequar a profundidade de imersão aos diâmetros e as condutividades térmicas dos dispositivos em calibração. A forma de montagem, e o número de dispositivos em calibração simultânea, têm reflexos diretos no tempo necessário para estabilização e no valor do gradiente térmico remanescente ao longo dos furos do bloco equalizador.


2) Observar e analisar a montagem final, procurando corrigir todas as possíveis fontes de erros;

3) Executar todas as interligações elétricas e a escolha do método de compensação de junção fria quando tratar de calibração de termopares (junção eletrônica, extensão até banho de gelo, blocos com temperatura conhecida, junções independentes em banho de gelo, etc.);

4) Programar o ciclo térmico a ser seguido. A programação pode seguir passos com ajuste manual ou automático, dependendo da opção de controle existente.

5) Iniciar o ciclo térmico via teclado dos controlador de controle ou via computador;

6) Fazer a coleta de dados (modo manual ou automático) de acordo com o procedimento de calibração que estiver sendo seguido. Sempre deve-se proceder uma análise critica dos valores coletados, com vistas a validá-los ou não.

7) Elaborar o relatório ou certificado de calibração.

Nota: Todo ensaio de calibração deve estar descrito por procedimento normativo, cabendo a este procedimento estabelecer as ações e analises a serem seguidas. O roteiro acima serve apenas como listagem de etapas e não como um procedimento de calibração.

Veja também: Calibração e Testes de Termopares // Termopar Padrão // Tecnicas de Calibração //
Preparação para Ensaio // Calibração de Pt-100 // Métodos de Calibração // Pt-100 Padrão //
  ÚLTIMAS DICAS E DEPOIMENTOS DE USUÁRIOS...  

Proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem a expressa autorização do autor ou citação da fonte www.termopares.com.br
Temperatura - Pressão © 1999 - 2013 - SP - www.termopares.com.br - www.asme.com.br - www.Apraiagrande.com.br
Conteúdo destinado a Estudantes, Profissionais de Instrumentação, Automação, Projetos com o objetivo de esclarecer e tirar dúvidas.
O Portal não se responsabiliza por qualquer uso indevido de seu conteúdo sem a presença de um profissional responsável.